Um número significativo de incidentes ligados aos medidores de velocidade foi registrado em Airbus A330 da Air France, segundo uma nota interna de novembro de 2008 à qual a AFP teve acesso e que confirma as informações divulgadas sábado pela companhia aérea francesa.

"Um número significativo de incidentes ligados a anomalias anemométricas", ou seja, às sondas Pitot que permitem controlar a velocidade do avião, "foi registrado em vários dos nossos A330 em pleno voo", diz a nota com data de 6 de novembro de 2008, dirigida aos pilotos da Air France.

O Escritório de Investigações e Análises (BEA) observou na sexta-feira uma "incoerência nas velocidades medidas" por estas sondas no caso do voo AF 447, que desapareceu na noite de 31 de junho entre Rio de Janeiro e Paris. No dia seguinte, a Air France anunciou em comunicado ter observado a partir de maio de 2008 incidentes envolvendo a perda, em pleno voo, de informações anemométricas em aviões A340 e A330.

sj/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.