O Exército libanês e a Força Interina das Nações Unidas no Líbano (Finul) reforçaram o controle na fronteira com Israel e em todo o sul do Líbano, depois dos ataques aéreos israelenses na Faixa de Gaza.

Um porta-voz militar afirmou à AFP que o objetivo é impedir que qualquer parte explore a questão além dos protestos.

A Finul e o Exército já haviam reforçado as patrulhas na fronteira depois de encontrar, na quinta-feira, oito foguetes do tipo Katiusha dirigidos contra Israel e prontos para ser disparados.

js/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.