Médicos separam gêmeos unidos pela cabeça nos EUA

San Antonio - Os médicos que separaram dois gêmeos unidos pela cabeça na segunda-feira, anunciaram que os bebês de 9 meses têm boa chance de vida normal.

AP |

Os responsáveis pelo Hospital Infantil Christus Santa Rosa em San Antonio disseram que a operação foi realizada durante quatro horas na sexta-feira.

"Eles estão em duas camas separadas", disse Richard Wayne, administrador do hospital. "Eles babam, sorriem, comem. Estão muito felizes e são crianças lindas. Eles estão muito bem".

Os gêmeos, cuja família prefere permanecer anônima, estavam unidos pela cabeça. Wayne disse que as veias "mais perigosas" na realização desse tipo de cirurgia não estavam unidas.

O tecido cerebral dos gêmeos não estava conectado, disse Micam Tullous, um dos sete médicos envolvidos na cirurgia.

"Eles tem uma anatomia relativamente normal", ele disse.

As crianças poderão ir para casa em uma semana, disseram os médicos. Os gêmeos nasceram no mesmo hospital onde a cirurgia foi realizada.

"Acho que há uma boa chance deles terem uma vida normal", disse Tullous.

Wayne disse que as crianças precisarão de tratamento contínuo, inclusive de reabilitação e de possíveis cirurgias reparadoras menores.

Leia mais sobre: gêmeos

    Leia tudo sobre: gêmeos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG