Bruxelas, 19 abr (EFE).- A Médicos Sem Fronteiras (MSF) confirmou hoje o desaparecimento de uma equipe formada por um belga e um holandês na região de Bakol, ao sudoeste da Somália.

"Confirmamos ter perdido, no início da tarde, o contato com a equipe médica", afirma a seção belga da organização em site.

A MSF não quer divulgar o nome dos desaparecidos, já que as famílias ainda não foram contatadas.

Segundo a emissora somali "Radio Shabelle", que cita testemunhas, os voluntários iam para Hudur, a capital provincial de Bakol, quando foram parados por um grupo de homens armados sem identificar, que os levaram com eles. EFE met/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.