Médicos salvam perna de homem atacado por tubarão

Miami, 13 abr (EFE).- Médicos de um hospital da cidade americana de Fort Lauderdale conseguiram evitar a amputação da perna de um homem atacado por um tubarão enquanto praticava pesca submarina na Baía de Guantánamo.

EFE |

O prestador de serviços John Emory disse que nunca imaginou que poderia ser atacado por um tubarão em águas rasas, segundo informou hoje um comunicado do hospital.

O ataque do animal deixou um grande ferimento na perna de Emory, que perdeu muito sangue e ficou inconsciente.

"Senti como se tivesse batido o carro ou tivessem me acertado com um taco de beisebol. Então, percebi que um tubarão havia me atacado e minha perna estava entre seus dentes", disse.

Emory, então, acertou golpes na cabeça do animal, que se afastou.

Em seguida, o pescador conseguiu chegar até uma pedra.

Um grupo de pessoas ajudou John, que foi levado para um hospital militar, antes de ser transferido para Fort Lauderdale.

O cirurgião Martin Grossman, que operou Emory, disse que foi um milagre conseguir salvar a sua perna.

"Também foi um milagre que ele não tenha sofrido nenhuma infecção. Além disso, ele poderá movimentar sua perna sem limitações", afirmou.

O doutor Grossman explicou que o paciente chegou a perder uma artéria, mas foi possível preservar músculos e tendões.

"Reparamos os músculos internos mais profundos em sua perna e os colamos de novo junto ao osso. Também reparamos alguns tendões e fizemos uma sutura na pele. Foi como montar um quebra-cabeças", disse o médico. EFE esc/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG