Uma equipe do hospital Plessis-Robinson, na região de Paris, conseguiu substituir as válvulas cardíacas de três pacientes utilizando apenas um cateter, revelou à AFP nesta terça-feira um dos médicos envolvidos.

Os três pacientes sofriam de má-formação cardíaca congênita, segundo o doutor Claude-Yves Angel.

No dia 11 de dezembro, foram anestesiados "ligeiramente" para uma intervenção de "menos de duas horas", recebendo alta ao final de 48 horas, e estão muito bem, explicou o médico.

"A substituição das válvulas cardíacas se faz, geralmente, com uma cirurgia de coração aberto e com circulação auxiliar", lembrou o doutor Angel.

"No nosso caso, fizemos um 'cateterismo interventivo", uma técnica que permite atuar nos vasos sangüíneos e nas cavidades cardíacas internamente e que "foi adaptado há pouco para substituir válvulas cardíacas".

chc/LR/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.