Médicos dão alta a ex-presidente Kirchner

Buenos Aires, 10 fev (EFE).- O ex-presidente da Argentina Néstor Kirchner recebeu alta hoje do hospital de Buenos Aires onde no domingo passado passou por uma cirurgia de emergência após uma obstrução na artéria carótida direita.

EFE |

Uma hora e meia antes do previsto, o ex-líder, que governou o país entre 2003 e 2007, deixou em um automóvel oficial a clínica Los Arcos, situada no bairro de Palermo.

"Estou muito bem", disse brevemente Kirchner a um grupo de jornalistas que aguardavam sua saída.

Vestido com uma camisa branca com listras azuis e uma jaqueta, o ex-presidente cumprimentou as pessoas que esperavam na saída da clínica e partiu rapidamente para a residência oficial de Olivos, nos arredores de Buenos Aires.

No domingo passado, Kirchner, de 59 anos, foi levado às pressas ao hospital Los Arcos, poucas horas após sofrer problemas de mobilidade na perna e no braço esquerdos.

Os médicos que estiveram a cargo da operação de remoção da placa na carótida direita disseram que a cirurgia foi um sucesso e estimaram uma rápida recuperação do ex-líder e atual deputado.

Tanto sua esposa, a presidente argentina, Cristina Kirchner, como seus dois filhos, Máximo e Florencia, estiveram o tempo todo na clínica acompanhando Néstor Kirchner. Além da família, alguns aliados políticos do movimento peronista esperavam na porta do centro de saúde.

Não é a primeira vez que o ex-presidente passou por uma cirurgia de emergência.

Em 2004, ele foi internado por seis dias em sua cidade natal, Río Gallegos (sul do país), por uma complicação intestinal relacionada com um velho mal no cólon do ex-presidente.

Em 2005, uma revisão que o manteve várias horas hospitalizado causou um novo susto e no final do mesmo ano, durante uma viagem pela Espanha, sofreu uma descompensação. EFE cw/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG