Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Médico legista diz ao tribunal que saúde de Fujimori é estável

Lima, 20 jun (EFE).- A saúde de Alberto Fujimori, que foi enviado ao hospital para ser operado de uma lesão cancerígena por apresentar sangramento, é estável, declarou hoje um médico legista ante o tribunal que julga o ex-presidente peruano por dois casos de violação aos direitos humanos.

EFE |

"A região operada está totalmente cicatrizada, só há uma zona com granulação proveniente de cicatrização. Seu estado de saúde é estável e satisfatório", declarou um funcionário do Instituto de Medicina Legal (IML) para a Sala Penal Especial da Corte Suprema.

O médico particular de Fujimori, o deputado Alejandro Aguinaga, disse ontem que o ex-governante foi enviado para o Instituto Nacional de Doenças Neoplásicas (Inen), pois sofreu um sangramento na parte posterior do nariz, que aparentemente lesionou durante a operação à qual foi submetido há duas semanas.

Aguinaga afirmou que, quando se apresenta, o sangramento "flui para a boca" e descartou que também aconteça na região da língua que foi operada.

O tribunal que julga Fujimori decidiu, na última quarta, reduzir para quatro horas as audiências do julgamento para favorecer a recuperação do ex-governante.

Esta medida, que só estará vigente até a próxima terça, foi tomada após receber um relatório médico que reconheceu um micro sangramento na região operada, assim como o aumento da pressão arterial do ex-líder. EFE watt/fal

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG