Zagreb - Um médico croata diz ter transformado seu iPhone em um aparelho médico capaz de reanimar pacientes ao combinar um software já existente com um novo acessório inventado por ele.

"Este aparelho permite que a reanimação seja feita da melhor forma possível", afirmou hoje à Agência Efe Ivor Kovic, chefe da Emergência do Hospital de Pazin, na península croata de Istria.

"Quando a massagem cardíaca é feita com a ajuda do paciente, este recebe o melhor tratamento possível e fica com chances ainda maiores de sobreviver", disse o médico, que acaba de apresentar sua invenção em Amsterdã (Holanda), em um congresso mundial de especialistas em reanimação.

Kovic disse que sua inovação não só agiliza a intervenção médica, já que os celulares estão sempre à mão, como possibilita uma reanimação melhor.

Ao notar que os chamados "smartphones" (telefones inteligentes) reconhecem os movimentos humanos, o croata teve a ideia de tornar seu iPhone em um aparelho de reanimação.

"Elaborei um protótipo de acessório que é colocado no aparelho e aplicado sobre o peito do paciente no lugar das palmas das mãos", explicou o médico, de apenas 29 anos.

Um aplicativo do iPhone já existente, além de emitir um sinal sonoro quando a reanimação difere das ideais cem pressões por minuto sobre o peito, indica se a força aplicada é a adequada.

"Além disso, meu acessório para o telefone tem uma superfície de contato maior sobre o peito do paciente que quando as palmas das mãos, o que também contribui para uma melhor reanimação", assinala.

Por enquanto, Kovic apenas elaborou um protótipo do acessório, embora pretenda patentear sua invenção em breve.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.