Por Arshad Mohammed e Conor Sweeney MOSCOU (Reuters) - Mediadores para o Oriente Médio condenaram pela segunda vez na mesma semana os planos de Israel de construir novos assentamentos em uma disputada Jerusalém Oriental.

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, que participou em Moscou de uma reunião do quarteto para o Oriente Médio, disse que o premiê israelense, Benjamin Netanyahu, deu uma resposta "produtiva" a seus receios sobre a expansão dos assentamentos durante uma conversa telefônica na quinta-feira. Hillary não deu mais detalhes.

O quarteto -- formado por Rússia, EUA, ONU e Uniao Europeia -- divulgou um comunicado no qual repete a condenação do plano de Israel de construir 1.600 novas moradias em terras que os palestinos reivindicam para sua futura capital.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.