Mediadora de negociações anuncia provas de vida de reféns das Farc

Bogotá, 21 jul (EFE).- A congressista opositora Piedad Córdoba, mediadora da libertação de reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), se reuniu hoje com membros da Igreja Católica do país para apresentar os avanços nas negociações, além de anunciar que receberá provas de vida dos sequestrados.

EFE |

A senadora pelo Partido Liberal (PL) teve uma breve reunião com o cardeal Pedro Rubiano na Catedral Primada de Bogotá e depois foi para um segundo encontro com o presidente da Conferência Episcopal Colombiana, monsenhor Rubén Salazar, com o objetivo de agilizar o processo de libertação dos reféns.

O encontro analisou, explicou Córdoba a jornalistas, "o que viemos fazendo e as diferentes reuniões que tivemos" para avançar na entrega do cabo do Exército Pablo Emilio Moncayo, o soldado Josué Daniel Calvo Sánchez e os restos mortais do capitão da Polícia Julián Guevara.

Acrescentou que os rebeldes "vão enviar provas de vida, que seguramente estão a caminho", mas indicou que não pode precisar quando serão divulgadas, nem a data em que os dois reféns que as Farc prometeram liberar serão entregues.

"Estamos nos trâmites iniciais, similares aos da vez passada, de aproximações com a Igreja neste caso", acrescentou.

A senadora disse que só começará sua tarefa de mediação depois que o presidente Álvaro Uribe a receber, porque "é preciso ter claras as condições do Governo para saber como avançaremos".

Além disso, explicou que não pode ter contato direto com os rebeldes, porque somente a Igreja Católica e o Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) foram autorizados pelo Governo. EFE fer/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG