falta de elegância - Mundo - iG" /

Mediador francês critica Betancourt por falta de elegância

Paris, 5 mar (EFE).- Noël Sáez, diplomata francês para negociar a libertação de Ingrid Betancourt de seu sequestro pelas Farc, se queixou hoje da falta de elegância da ex-candidata presidencial, que não agradeceu seus esforços, e criticou duramente em entrevista à Agência a Efe o tratamento do presidente da Colômbia, Álvaro Uribe.

EFE |

Sáez, autor do livro "L'émissaire" (O emissário), lançado hoje na França, ele também considera "duvidosas" as condições da libertação pelo Exército colombiano, em julho do ano passado, de Betancourt e de outros 14 reféns mantidos pelas Forças Armadas Revolucionárias de Colômbia (Farc).

Ele afirma que o guerrilheiro Gerardo Aguilar Ramírez, conhecido como "comandante César", foi comprado pelo Exército colombiano e foi seu jogo duplo que permitiu o sucesso da operação dos militares, que teve assim "a cumplicidade do carcereiro" para resgatar os reféns.

O diplomata francês, que, entre 2001 e 2005, se encontrou 20 vezes com "Raúl Reyes" -morto pelo Exército colombiano no ano passado-, para negociar a libertação da ex-senadora reconheceu ter se "zangado um pouco" por Betancourt agradecer a todos, mas "se esquecer dos que arriscaram a vida para salvá-la, para tirá-la dali".

Já Uribe, ele atacou alegando razões diplomáticas, porque ele "não podiam atacar a França ou a Suíça ou a Espanha". EFE ac/jap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG