McCann querem escrever livro sobre desaparecimento de Madeleine

Londres, 28 abr (EFE).- Gerry e Kate McCann, pais da menina britânica Madeleine, querem escrever um livro sobre o caso da filha e esperam destinar a arrecadação das vendas para financiar a busca pela criança, que desapareceu em 3 de maio de 2007, no Algarve, no sul de Portugal.

EFE |

O porta-voz dos McCann, Clarence Mitchell, disse ao jornal "The Times" que será uma história familiar, algo como o "livro oficial", no qual se contará o que aconteceu enquanto a família passava férias na Praia da Luz, no Algarve.

"Kate e Gerry querem contar toda a verdade sobre o que aconteceu.

Será um relato detalhado de sua experiência, da dor na noite do seqüestro de Madeleine até terem sido declarados suspeitos oficiais na investigação", disse Mitchell.

O "Times" diz hoje que os McCann podem receber 1,2 milhão de euros pela publicação, apesar das editorais acharem que o casal terá dificuldades para contar alguma novidade.

O lucro com a venda do livro, acrescenta o jornal, serão destinados ao chamado Fundo Madeleine, que recebeu mais de 1,2 milhão de euros de doações das pessoas para ajudar a família a financiar a campanha para encontrar a criança.

Em 7 de setembro do ano passado, a Polícia portuguesa declarou Gerry e Kate como suspeitos pelo desaparecimento da filha.

Por causa de ter completado um ano do desaparecimento, a rede britânica "ITV" emitirá nesta quarta-feira, um documentário sobre o caso Madeleine.

O filme mostra os pais de Madeleine nos Estados Unidos, onde visitaram o Centro Nacional de Crianças Desaparecidas e Exploradas, que lhes informou sobre o mecanismo iniciado assim que um menor é dado por desaparecido, denominado alerta Amber.

Madeleine desapareceu do quarto onde dormia com os irmãos gêmeos em um centro de férias da Praia da Luz, enquanto os pais jantavam em um restaurante próximo.

Desde então, os McCann iniciaram uma intensa campanha através dos meios de comunicação para pedir que a população os ajude a localizar a filha. EFE vg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG