McCain tem maior audiência que Obama no discurso em convenção

LOS ANGELES (Reuters) - Um recorde de 38,9 milhões de telespectadores assistiu ao senador John McCain aceitar a nomeação do Partido Republicano para a candidatura à Presidência dos Estados Unidos na quinta-feira, batendo o recorde estabelecido na semana passada pelo candidato democrata, Barack Obama, informou a Nielsen Media Research. Obama teve uma média de 38,4 milhões de telespectadores durante seu discurso de aceitação da nomeação na semana passada.

Reuters |

A marca de McCain também foi mais alta do que a alcançada por sua candidata a vice, Sarah Palin, que foi assistida por 37,2 milhões de telespectadores na quarta-feira.

Em seu discurso, McCain, de 72 anos, afirmou ser um reformista e se classificou como o verdadeiro agente da mudança na corrida contra Obama enquanto aceitava a nomeação do partido em uma arena repleta de partidários que sacudiam bandeiras com os dizeres 'Country First' ('O país primeiro').

Mas a recepção dentro do centro de convenções em St. Paul foi mais silenciosa que o discurso de Palin, que criticou Obama na quarta-feira arrancando gritos do público.

McCain segue Obama de perto na maioria das pesquisas de opinião, mas na quinta-feira, ele prometeu aos republicanos que irá vencer as eleições de 4 de novembro.

'Eu não trabalho para um partido. Eu não trabalho por um interesse especial. Eu não trabalho para mim mesmo. Eu trabalho para vocês', disse McCain em um discurso que incluía apenas algumas críticas a Obama, depois de uma convenção de quatro dias marcada por ataques ao democrata.

(Reportagem de Jill Serjeant)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG