McCain supera Obama por 51% a 41% em áreas rurais, diz pesquisa

Por Charles Abbott WASHINGTON (Reuters) - O candidato republicano à Presidência dos EUA, John McCain, leva vantagem sobre seu rival democrata Barack Obama de 10 pontos percentuais (51 a 41) entre o eleitorado rural de 13 Estados estratégicos, segundo uma pesquisa divulgada nesta segunda-feira.

Reuters |

O eleitorado rural, habitualmente mais conservador em questões sociais e fiscais, tem forte preferência por McCain nos quesitos impostos e guerra do Iraque. A respeito da economia, eles aparecem empatados.

A disputa rural deste ano está mais competitiva do que em 2004, segundo Tim Marema, da ONG Centro para Estratégias Rurais, de Whitesburg, Kentucky, que encomendou a pesquisa realizada na semana passada. Na última eleição, nesta altura do ano, George W. Bush tinha 13 pontos de vantagem sobre o democrata John Kerry.

O consultor republicano Bill Greener disse que McCain se manteve estável no eleitorado rural em relação a maio, mas ganhou 11 pontos percentuais de Obama no quesito economia, por exemplo, passando a liderar por 46 a 43 por cento.

Entre terça-feira e quinta-feira foram ouvidos 742 prováveis eleitores nos seguintes Estados: New Hampshire, Pensilvânia, Ohio, Michigan, Wisconsin, Iowa, Minnesota, Missouri, Flórida, Virgínia, Colorado, Novo México e Nevada. A margem de erro é de 3,6 pontos percentuais para mais ou menos.

Quase um quinto dos norte-americanos vive em áreas rurais.

Dois em cada três eleitores acham que a governadora do Alasca, Sarah Palin, candidata republicana a vice-presidente, 'representa os valores das comunidades rurais'. Metade se diz mais propensa a votar em McCain por causa da indicação dela.

As três maiores preocupações dos eleitores são economia e emprego; preço da energia e da gasolina; e a guerra do Iraque.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG