Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

McCain promete controlar custo e fornecimento de energia nos EUA

Washington, 9 ago (EFE).- O candidato republicano à Casa Branca, John McCain, afirmou hoje que controlar o custo e o fornecimento de energia é o desafio mais urgente que os Estados Unidos enfrentam e será seu principal objetivo, caso seja eleito presidente nas eleições de novembro.

EFE |

"Não será fácil e não ocorrerá rapidamente. Mas, para nossa economia e segurança, este é o desafio mais urgente. E eu me comprometo a, se for eleito presidente, alcançá-lo", disse hoje durante seu discurso semanal pelo rádio.

McCain sustentou que é necessário realizar um plano amplo que abranja diferentes áreas para conseguir uma maior independência do petróleo, a principal fonte energética do país.

Entre suas propostas estão a perfuração de plataformas continentais em alto-mar para extrair petróleo, o desenvolvimento da tecnologia de carvão limpo, além de colocar em funcionamento 45 novas usinas nucleares.

O senador republicano criticou o que chamou de "tímidas" políticas energéticas de seu adversário, o democrata Barack Obama, que, para ele, "só agradam à Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo)".

"A energia, em particular, parece confundir o senador Obama, porque se há um problema que não pode ser resolvido só com palavras é a necessidade dos Estados Unidos de provisões energéticas seguras e economicamente viáveis", afirmou McCain.

Ele também acusou Obama de "mudar de opinião" e de confundir os eleitores e criticou o democrata por defender a utilização das reservas de petróleo americanas, "um mês depois de ter dito que não o faria".

Além disso, segundo McCain, Obama "ainda não tem um plano para produzir mais petróleo com perfuração em alto-mar". EFE elv/ab/rr

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG