Washington, 20 ago (EFE).- O candidato republicano à Casa Branca, John McCain, supera o democrata Barack Obama em 5 pontos percentuais na mais recente pesquisa do instituto Zogby, a primeira na qual as intenções de voto para o senador conservador é maior do que as de seu adversário.

A pesquisa é divulgada a poucos dias da convenção democrata, que começará na próxima segunda em Denver (Colorado) e que acontecerá em meio a um crescente nervosismo dentro do partido por causa da incapacidade de Obama de deixar McCain para trás nas intenções de voto apesar do entusiasmo gerado por sua campanha.

A pesquisa do Zogby situa McCain na frente com 46% das intenções de voto, seguido de Obama, com 41%. O senador pelo Arizona consegue assim eliminar a vantagem de 7 pontos percentuais do democrata na pesquisa de julho.

A virada de McCain também acontece após um mês de ataques por parte de McCain, que apresentou seu adversário em vários anúncios de televisão como uma simples celebridade que não tem capacidade para assumir a liderança dos Estados Unidos.

A campanha de McCain também criticou a oposição de Obama às explorações petrolíferas em alto-mar e menosprezou sua viagem pelo Oriente Médio e pela Europa, onde recebeu grande apoio.

Além disso, a pesquisa divulgada hoje mostra que McCain tem 9 pontos percentuais de vantagem sobre Obama entre os eleitores quando estes são perguntados quem geriria melhor a economia.

Quase metade dos eleitores afirmou que esta é a principal preocupação para as eleições de 4 de novembro.

Obama tinha uma vantagem de 4 pontos percentuais sobre McCain em julho quando o assunto era economia.

O senador por Illinois conta com 74% de apoio entre os democratas, 9 pontos a menos do que no mês passado, enquanto McCain tem respaldo de 81% dos republicanos.

A maior parte das pesquisas realizadas até agora situavam Obama ligeiramente na frente, mas a margem de erro sempre mostrava empate técnico.

Esta tendência se mantém em uma nova pesquisa conjunta do jornal "Los Angeles Times" e da agência de notícias "Bloomberg" publicada hoje e que mostra que Obama e McCain estão empatados.

A pesquisa do "Los Angeles Times" coloca Obama na frente com 45% de apoio popular. A pesquisa, realizada por telefone ouviu 1.375 americanos entre sexta-feira e segunda-feira e tem margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa do Zogby contou com a participação de 1.089 eleitores e também tem margem de erro de 3 pontos. EFE tb/wr/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.