Washington, 22 ago (EFE) - O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, John McCain, tentará demonstrar que foi ele, e não seu adversário democrata, Barack Obama, quem se preocupou pela comunidade latina, com um anúncio de rádio que começará a ir ao ar na próxima segunda-feira.

Coincidindo com o início da convenção democrata, que começará no dia 25 de agosto em Denver, a campanha de McCain emitirá durante a próxima semana uma mensagem de 60 segundos em espanhol e em inglês intitulada "compromisso versus retórica".

Com este anúncio, os republicanos querem reforçar a idéia de que o discurso de Obama está vazio de conteúdo e o acusam de não ter feito nada pelos hispânicos.

"Como sabe que alguém é um amigo? Você sabe, porque se levanta e o defende até quando é difícil", diz o texto.

"Quando os hispânicos precisaram de um amigo no Congresso durante o debate sobre imigração, quem estava ali? Quem falou por vocês? John McCain", em referência ao projeto de lei para a reforma migratória que foi rejeitado no ano passado no Congresso.

O anúncio ressalta que, apesar de não ter sido aprovada, o senador pelo Arizona trabalhou com os republicanos e os democratas por igual para elaborar uma lei sobre imigração, e criticar Obama porque, "quando teve a oportunidade de fazer o certo, não fez".

"Se Obama sequer tem a coragem de defender os imigrantes, como pode pretender ter a força para mudar as coisas em Washington?", acrescenta o anúncio. EFE elv/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.