McCain ignora queda nas pesquisas

O candidato republicano à Casa Branca, John McCain, continuou a ignorar, neste domingo, as pesquisas sobre intenção de voto que prevêem sua derrota e insistiu em que seguirá sua luta para chegar à presidência dos Estados Unidos.

AFP |

McCain, que está mais de dez pontos atrás do adversário democrata, Barack Obama, em algumas pesquisas nacionais, declarou à rede NBC que sua campanha "está fazendo as coisas bem".

"As pesquisas nos mostram insistentemente mais afastados do que realmente estamos", disse McCain. "Estamos indo bem".

"Nós nos aproximamos na última semana e, se essa aproximação continuar na próxima semana, vocês terão de ficar acordados até muito tarde na noite da eleição", completou.

O candidato republicano também fez uma veemente defesa de sua companheira de chapa, Sarah Palin, depois das matérias na imprensa sobre sérias divisões em sua equipe de campanha.

Ao ser questionado sobre se defendia a governadora do Alasca, a quem se atribui a queda de McCain nas pesquisas, ele respondeu: "Não a defendo, estou orgulhoso dela. Não precisa de defesa".

"É um modelo para milhões e milhões de americanos", frisou, acrescentando que "é exatamente do que Washington precisa".

    Leia tudo sobre: mccain

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG