McCain escolhe governadora do Alasca para vice, confirma campanha

(atualiza com confirmação) Washington, 29 ago (EFE).- A governadora do Alasca, Sarah Palin, foi escolhida hoje pelo aspirante republicano à Casa Branca, John McCain, candidata à Vice-Presidência dos Estados Unidos nas eleições de novembro, confirmou hoje sua campanha.

EFE |

Palin, de 44 anos, é governadora do Alasca desde 2006, e é um rosto relativamente desconhecido na arena política americana.

Trata-se da segunda mulher a alcançar a candidatura à Vice-Presidência dos EUA, após a democrata Geraldine Ferraro, em 1984.

Um comunicado da campanha de McCain indicou hoje que Palin é uma "executiva firme", que demonstrou durante seu mandato à frente do Alasca "estar preparada para ser presidente".

"Palin juntou republicanos e democratas em sua Administração, e tem um histórico de mudança e reformas que necessitamos em Washington", assegura o comunicado A escolha de Palin, ainda não anunciada oficialmente por McCain, foi uma completa surpresa, já que seu nome, que figurava na primeira lista de selecionáveis, não voltou mais a aparecer entre os favoritos ao posto.

A experiência política de Palin também não é muito longa, embora tenha conseguido ganhar o Governo do Alasca por uma ampla margem de votos em 2006.

Mãe de cinco filhos, o último, Trig, nascido em abril, com síndrome de Down, a candidata conta com sólidas credenciais republicanas, mas teve alguns problemas que levaram os democratas a acusá-la de abuso de poder.

Nascida em Idaho, em 1964, Palin se mudou para o Alasca junto com seus pais, que eram professores. Ele é casada com Todd Palin, que é esquimó.

A escolha de Palin frustrou as expectativas dos grandes favoritos ao posto, que incluíam o ex-governador do Massachusetts Mitt Romney e o governador de Minnesota, Tim Pawlenty, que teriam sido, segundo os analistas, opções mais convencionais.

Os rumores sobre a designação de Palin começaram a ganhar força esta manhã, depois que um avião procedente do Alasca aterrisou no aeroporto de Dayton, em Ohio, onde McCain deve apresentar hoje o nome de sua vice.

Mas ainda assim -habitualmente não há aviões do Alasca aterrisando em Dayton- os meios de comunicação demoraram a dar crédito a esta possibilidade, já que os próprios assessores da governadora achavam que ela continuava em seu estado.

Além de uma surpresa, a escolha de Palin, que chegou a ficar em segundo lugar em um concurso de beleza no Alasca em sua juventude, é uma aposta política arriscada, com a qual McCain tenta demonstrar sua independência.

Sua nomeação será confirmada oficialmente durante a Convenção Nacional Republicana, que começará na segunda-feira, em St.Paul (Minnesota). EFE mla/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG