McCain encerra visita à Colômbia e viaja ao México

Cartagena (Colômbia), 2 jul (EFE).- O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, John McCain, concluiu hoje uma curta visita à Colômbia e viajou ao México, onde analisará a Iniciativa Mérida, um plano de combate ao crime organizado e ao narcotráfico.

EFE |

Antes entrar em seu avião particular, McCain se comprometeu em continuar com o apoio à luta contra as drogas e a segurança dos dois países.

"Eu gostaria de seguir apoiando países como Colômbia e México em seus esforços para conseguir a segurança. Acabamos de assinar um tratado com o México para lidar um tema muito importante para os EUA que é o fluxo de drogas em direção ao nosso país", disse o candidato republicano em coletiva de imprensa.

A Iniciativa Mérida, lançada pelo presidente dos EUA, George W.

Bush, em outubro de 2007, é uma resposta ao espiral de violência gerado pelo narcotráfico na fronteira com o México que, segundo as autoridades, ameaça passar para o lado americano.

Nesta segunda-feira, Bush assinou a concessão de fundos no valor de US$ 465 milhões ao plano que foram incorporados em uma lei que outorga uma verba de US$ 162 bilhões para as despesas com as guerras no Iraque e no Afeganistão.

Dos US$ 465 milhões, US$ 400 serão destinados a combater a violência e o narcotráfico no México. EFE fer/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG