McCain e Obama fazem piadas em jantar de caridade

A dura batalha pela Casa Branca foi deixada de lado por alguns momentos na quinta-feira em favor do humor e de uma causa nobre, quando o republicano John McCain e o democrata Barack Obama trocaram piadas em um jantar de caridade em Nova York.

AFP |

Menos de 24 horas depois do debate de quarta-feira na televisão, o terceiro e último antes das eleições de 4 de novembre, os candidatos à presidência foram as estrelas de um jantar para arrecadar fundos em favor de crianças carentes no luxuoso hotel Waldorf Astoria.

McCain fez suas piadas primeiro. Ele anunciou que demitiu toda a equipe de campanha e a substituiu por "Joe o encanador", o homem de Ohio que se tornou famoso da noite para o dia depois que o republicano o mencionou no debate presidencial.

"Joe o encanador assinou um contrato muito lucrativo com um casal rico para cuidar das sete casas deles", afirmou, em referência a suas propriedades nos Estados Unidos.

Também brincou com outros aspectos da campanha, como seu desempenho ruim nas pesquisas.

"Há sinais de esperança, inclusive nos locais mais inesperados, como neste salão repleto de democratas de Manhattan. Não posso deixar de sentir que alguém me prefere. Estou feliz de te ver aqui esta noite Hillary!".

No entanto, também reconheceu a importância de Obama para os Estados Unidos.

"O senador Obama fala de fazer história, e ele já fez muito até agora".

"Houve um tempo em que convidar um cidadão afro-americano para jantar na Casa Branca era considerado algo irrefletido e um insulto em vários setores. Não posso desejar a meu concorrente sorte, mas sim o melhor".

Em seguida, Obama falou e não ficou atrás nas piadas.

O democrata brincou com a crise hipotecária ao afirmar que a mesma atingiu McCain e suas sete propriedades mais que qualquer outra pessoa, e lembrou os 72 anos de idade do rival.

Ao falar diretamente com o bisneto de Al Smith, governador democrata de Nova York em quatro mandatos nos anos 1920, disse: "Obviamente não conheci seu bisavô, mas por tudo que McCain me contou...".

Depois fez piada com seu segundo nome, Hussein.

"Muitos de vocês sabem que fui batizado com o nome Barack em homenagem a meu pai. Meu segundo nome recebi de alguém que evidentemente nunca imaginou que um dia eu seria candidado a presidente".

rom/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG