McCain diz que Obama é grande orador, mas discursos não são tudo em política

Washington, 2 ago (EFE).- O candidato do Partido Republicano á Casa Branca, John McCain, disse hoje que seu adversário democrata, Barack Obama, é um grande orador, mas disse que os bons discursos não são tudo em política.

EFE |

"O bom critério também é importante", disse McCain, que afirmou que "isso é o que os Estados Unidos vão precisar no futuro líder.

McCain disse que as diferenças entre ele e Obama "se vêem cada vez com maior clareza" e, "ao se aproximar o dia, a decisão acertada torna-se mais óbvia".

O candidato republicano disse que foi capaz de rebater seu partido quando assim exigiram "os princípios e o bom senso".

Neste sentido, disse que reprovou os erros que a Administração republicana cometeu no Iraque, "o que permitiu levar uma nova estratégia" que "salvou de uma catastrófica derrota dos Estados Unidos no Oriente Médio", disse.

McCain reprovou o adversário por dizer que o Iraque era uma causa perdida, declarando com confiança que o aumento das tropas seria um fracasso e exigindo uma retirada imediata das mesmas, "sem se importar com as desastrosas conseqüências".

"Vi a guerra de perto e conheço seus terríveis seqüelas e, como presidente, levarei esta guerra até o fim com a vitória", disse McCain.

Segundo o candidato republicano, Obama "é um grande orador, mas Washington está cheio de bons oradores". EFE elv/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG