McCain defende uso de aviões sem piloto no Paquistão

Os ataques com aviões sem piloto contra alvos extremistas no Paquistão são um elemento muito eficaz da estratégia dos Estados Unidos e devem prosseguir, afirmou nesta quinta-feira o senador republicano americano John McCain, que visita Cabul.

AFP |

McCain fez a afirmação depois que a Al-Qaeda anunciou que o ataque contra uma base americana no leste do Afeganistão no dia 30 de dezembro, que matou sete agentes da CIA, foi cometido para vingar operações com aviões não tripulados que mataram importantes ativistas da rede terrorista.

"Os ataques com aviões sem piloto integram uma série de táticas que constituem a estratégia para a vitória e têm sido muito eficazes", declarou McCain.

Aviões não tripulados Predator são utilizados para obter informações e executar ataques contra militantes talibãs e da Al-Qaeda nas regiões de fronteira entre Afeganistão e Paquistão, onde se encontram as bases dos líderes destes grupos.

"Os aviões sem piloto têm desequilibrado a Al-Qaeda e outros grupos extremistas e têm obtido êxito, e nós estamos trabalhando de forma mais estreita com o governo afegão, assim como com o governo paquistanês, para conseguir que estas operações sejam mais eficazes e menos prejudiciais para a população civil", acrescentou McCain.

"Acredito que deve continuar, me parece que se trata de uma ferramenta importante em nossa estratégia global".

lod/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG