McCain conclui sua visita à Colômbia

O candidato republicano à presidência dos Estados Unidos, John McCain, conclui nesta quarta-feira uma visita de menos de 24 horas ao balneário colombiano de Cartagena onde ratificou o compromisso de seu partido com o governo de Alvaro Uribe.

AFP |

"Quero dizer que estamos muito alegres, muito contentes de trabalhar com sua equipe e temos todas as intenções de apoiar a Colômbia e reconhecer o trabalho que têm feito para que a Colômbia hoje seja livre do narcotráfico e de outros problemas", afirmou McCain depois de uma reunião de duas horas com Uribe.

"Primeiro, quero felicitá-los por seu sucesso com o Plano Colômbia para reduzir e eliminar o fluxo de drogas de seu país para o meu", enfatizou McCain.

O candidato republicano ratificou o compromisso com o principal sócio de Washington na região e, em especial, com Tratado de Livre Comércio (TLC). "A Colômbia é importante. O mercado da Colômbia é o maior na América Latina enquanto ao TLC e seus produtos agrícolas para nós significam muito", afirmou.

McCain destacou "os significativos progressos obtidos contra as Farc" por Uribe e disse que espera para breve a libertação dos reféns em poder da guerrilha.

O candidato republicano chegou na tarde de terça a Cartagena, para uma visita de menos de 24 horas à Colômbia, de onde seguirá para o México.

Principal aliado do presidente americano, George W. Bush, na região, Uribe recebeu McCain na casa presidencial de Cartagena, onde também analisou o tema do tratado bilateral de livre comércio, cuja ratificação foi bloqueada no Congresso americano, dominado pelos democratas.

"O livre comércio é um tema importante, não apenas para a Colômbia, mas para o mundo e a para a economia americana", disse McCain após a reunião.

sab/LR/cn/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG