McCain: atentados de Mumbai não podem prejudicar relações entre Índia e Paquistão

O ex-candidato presidencial e senador republicano americano John McCain disse na noite de sábado que é preciso evitar que os atentados de Mumbai prejudiquem o processo de paz entre Índia e Paquistão.

AFP |

Em declarações após uma visita de dois dias ao Paquistão, o político afirmou que isso seria uma vitória para os autores da matança da semana passada na capital financeira da Índia, que vitimou 173 pessoas.

"Um dos principais objetivos dos vergonhosos atentados era inverter a tendência (...) e os progressos alcançados nas relações entre Índia e Paquistão", estimou McCain na noite de sábado, segundo a agência paquistanesa APP.

"Se os terroristas conseguirem frustrar as relações entre estes dois grandes países, terão atingido seu objetivo. Não podemos permitir que isso aconteça", acrescentou.

Acompanhado dos senadores Joe Lieberman e Lindsay Graham, McCain se encontrou com o primeiro-ministro paquistanês, Yusuf Raza Gilani, com quem discutiu a situação do Paquistão e suas relações com a Índia.

cc/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG