O candidato republicano à Presidência americana, John McCain, acusou em um novo comercial de TV de sua campanha nesta quarta-feira seu rival democrata, Barack Obama, de protagonizar uma fraude no debate migratório, um dos temas mais controversos da campanha eleitoral.

"Eles nos disseram não várias vezes. Nesta eleição, vamos dizer não a eles", pede a campanha republicana, em uma mensagem difundida em inglês e em espanhol dirigida aos eleitores hispânicos.

McCain e Obama se acusam mutuamente de ter impedido em várias oportunidades a aprovação de uma ampla reforma migratória, que não pôde ser obtida no Congresso em 2006 nem em 2007.

O comercial de McCain assegura que "Obama e seus aliados liberais" em certa ocasião chamaram o México de "sociedade disfuncional".

Com um fundo de imagens de imigrantes trabalhando, a voz em "off" assegura que Obama e seus aliados "mataram" a reforma da migração.

Obama divulgou a alguns dias uma mensagem na qual assegurava que McCain tem uma "mensagem dupla" no tema migratório, uma para os eleitores hispânicos e outra para a "base direitista do Partido Republicano".

jz/du

EEUU-elecciones-2008-migración

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.