O presidente da África do Sul, Thabo Mbeki, defendeu o cancelamento do segundo turno das eleições presidenciais no Zimbábue, programado para a próxima semana, e pediu a criação de um governo de unidade.

Thabo Mbeki, mediador designado pelos colegas da África austral para tentar resolver a crise no Zimbábue, visitou o país vizinho na quarta-feira e se encontrou em separado com o presidente Robert Mugabe e o líder opositor Morgan Tsvangirai.

Os jornais sul-africanos Business Day e The Star, que citaram fontes não identificadas, informam que Mbeki tentou convencer os dois políticos a cancelar o segundo turno, previsto para 27 de junho, e propôs negociações.

O sul-africano pressionou para que Mugabe e Tsvangirai, que jamais se reuniram, participem em um encontro.

mjs/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.