Mausoléu de Lenin é reaberto após dois meses

Moscou, 12 abr (EFE).- O mausoléu onde está o corpo embalsamado de Lenin reabrirá suas portas ao público em 16 de abril, após quase dois meses de trabalhos de conservação, informou hoje Serguei Deviatov, porta-voz do Serviço de Segurança do Kremlin.

EFE |

"Normalmente, o corpo embalsamado do fundador da União Soviética é tratado a cada um ano e meio", assinalou Deviatov à agência "Interfax".

Sem contar as ausências para receber retoques, o corpo de Lenin permanece desde o dia 1º de agosto de 1924 no mausoléu da Praça Vermelha, a exceção de 1.360 dias durante a Segunda Guerra Mundial, quando foi levado a Tiumen, na Sibéria.

O mausoléu de mármore e rocha é local de peregrinação desde a morte de Lenin, em 1924, mas a cada ano as visitas diminuem e aumentam as vozes partidárias do fim a este culto à personalidade.

No entanto, a maioria de russos disse em uma pesquisa publicada recentemente que o corpo do ex-líder soviético deve ser mantido no mausoléu da Praça Vermelha.

O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou há dois anos que o corpo de Lenin continuaria no mausoléu até que a maioria dos russos manifestasse publicamente que queria o contrário. EFE io/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG