Dacar, 17 jun (EFE).- Mauritânia, Quênia e São Tomé e Príncipe se integraram à Comunidade dos Estados do Sael e do Saara (CEN-SAD), órgão que inaugurou hoje, em Cotonou, capital econômica do Benin, sua 10ª cúpula, informou a rádio nacional senegalesa (RTS).

Com a adesão dos três países, o número de membros da CEN-SAD chegou a 28, confirmando a condição da organização de maior centro de integração regional depois da União Africana (UA).

Na cúpula de dois dias, os líderes e representantes governamentais dos países da CEN-SAD tratarão sobre a crise alimentícia mundial, que afeta especialmente as nações pobres da África.

Assuntos relacionados com segurança, infra-estruturas, desertificação, fontes de energia, e investimentos industriais e agrícolas compõem a agenda da cúpula.

Os líderes da CEN-SAD também examinarão o projeto apresentado pelo líder líbio, Muamar Kadafi, para criar uma força militar conjunta de 2 mil oficiais e integrada por soldados líbios, malianos, nigerinos e chadianos.

A CEN-SAD, fundada em 4 de fevereiro de 1998 por iniciativa de Kadafi, tem sua sede em Trípoli e seus objetivos originais eram a integração econômica regional e a luta contra a desertificação. EFE st/fr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.