Mauricio Funes toma posse como presidente de El Salvador

San Salvador, 1 jun (EFE).- O esquerdista Mauricio Funes, da Frente Farabundo Martí para a Libertação Nacional (FMLN), assumiu hoje como novo presidente de El Salvador para os próximos cinco anos, após duas décadas de Governo da direitista Aliança Republicana Nacionalista (Arena).

EFE |

Funes assumiu o cargo perante o titular da Assembleia Legislativa, Ciro Cruz Zepeda, que depois colocou a faixa presidencial no primeiro governante de esquerda na história do país, 17 anos depois da assinatura dos acordos de paz que colocaram ponto final à guerra civil (1980 e 1992).

A Assembleia Legislativa de El Salvador instalou hoje a sessão solene para a posse de Mauricio Funes, que sucederá Elías Antonio Saca, da direitista Arena.

A cerimônia, com a presença de mais de 4 mil convidados, incluindo 14 presidentes, foi inaugurada pelo titular do Parlamento, Ciro Cruz Zepeda.

O ato aconteceu no Centro Internacional de Feiras e Convenções (CIFCO), cercado por estritas medidas de segurança.

Os presidentes e autoridades convidadas chegaram ao local em um tapete vermelho, em meio aos aplausos dos 4 mil presentes à cerimônia.

O vice-presidente de Cuba Esteban Lazo, que lidera a primeira delegação desse país que vai a um ato de posse em 50 anos em El Salvador, foi um dos mais aplaudidos pelo público.

Funes anunciou que abrirá relações diplomáticas com Cuba, país com o qual El Salvador rompeu relações em 1959, depois da vitória da revolução liderada por Fidel Castro.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi recebido pelos presentes em meio a gritos de "Lula", Lula".

Funes foi o último a entrar, acompanhado da esposa, em meio a uma grande ovação e de gritos de "sim, se pôde", em alusão ao slogan de sua campanha.

A posse de Funes coloca fim a uma etapa de 20 anos de Governos da Aliança Republicana Nacionalista (Arena). EFE lb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG