Mauricio Funes assume presidência de El Salvador; Lula participa

SÃO SALVADOR (Reuters) - O jornalista Mauricio Funes assumiu nesta segunda-feira a presidência de El Salvador, encerrando duas décadas de governos de direita e levando antiga guerrilha de esquerda ao governo do país da América Central pela primeira vez na história.

Reuters |

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assistiu a posse de Funes, junto a outros presidentes de esquerda da América Latina, como Rafael Correa (Equador), Fernando Lugo (Paraguai), Michelle Bachelet (Chile) e Daniel Ortega (Nicarágua).

Funes tomou posse durante uma sessão da assembleia legislativa que também contou com a presença de Hillary Clinton, secretária de Estado dos Estados Unidos --país que durante a guerra civil de El Salvador no anos 1980 foi inimigo dos antigos rebeldes do FMLN, hoje o partido político de Funes.

A cruel guerra civil, que durou de 1980 a 1992 e custou 75.000 vidas, é uma lembrança recorrente para a população de El Salvador. Pouco antes de assumir o cargo, Funes visitou o túmulo do arcebispo Oscar Romero, assassinado por forças de segurança estatais e considerado mártir da guerra.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG