Mau tempo suspende buscas por brasileira em Porto Rico

SAN JUAN - Devido ao mau tempo, as autoridades porto-riquenhas suspenderam hoje temporariamente a busca pela estudante brasileira Fernanda Okamura Abensur, desaparecida desde a última segunda-feira, quando foi arrastada por uma correnteza de um rio enquanto fazia uma excursão no sudeste do país.

EFE |

O porta-voz da Agência Estatal para a Gestão de Emergências e Administração de Desastres (Aemead), José Daniel Echevarría, que as equipes de busca e resgate esperam melhoras nas condições do tempo que causaram a elevação do nível do rio Blanco, em Naguabo.

Antes de as buscas serem suspensas, foram encontradas a mochila e a roupa de banho de Fernanda, de 22 anos.

O Departamento de Estado porto-riquenho está em contato com o consulado brasileiro em Miami para facilitar os vistos dos familiares de Fernanda que desejam ir a Porto Rico.

Entre as pessoas que participavam do passeio, estavam a colombiana Ana María Sánchez, de 22 anos, e o canadense Jeremis Menuier, de 25, que conseguiram se salvar.

O acidente deixou uma vítima fatal, o colombiano Sergio Alejandro López Pabón, de 29 anos e estudante de Biologia da Faculdade de Ciências Naturais da Universidade de Porto Rico.

A Aemead informou que assim que as condições meteorológicas melhorarem as buscas por outras partes do rio continuarão, já que até agora elas tinha se concentrado em uma área de quatro quilômetros.

Há também conversas entre o Departamento de Estado porto-riquenho com o cônsul colombiano em San Juan para agilizar a repatriação do cadáver de López Pabón.

O Serviço Nacional de Meteorologia (SNM) de Porto Rico emitiu hoje um alerta de inundações repentinas para toda a ilha devido às constantes chuvas que caíram nas últimas horas por conta da tempestade tropical "Hanna" .

As chuvas provocaram o fechamento de estradas e parques e algumas represas começaram a liberar a água de suas reservas.

Tristeza na faculdade

Antonio García Padilla, reitor da Universidade de Porto Rico, onde Fernanda estuda, expressou seu pesar por "uma adiantada perda que destrói o talento, os sonhos e o compromisso de um jovem de nacionalidade colombiana que veio a nosso país se educar conosco".

"Mantemos viva a esperança de que a jovem Okamura possa ser encontrada com vida", acrescentou. "Recebam seus parentes e todos os estudantes, professores e amigos nossa solidariedade e apoio neste momento tão difícil. Agradecemos a todas as autoridades, especialmente a Aemead, todos seus esforços para resgatá-los e ciframos nossas esperanças na busca que continuará amanhã", disse.

Leia mais sobre brasileira desaparecida

    Leia tudo sobre: brasileira desaparecida

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG