Mau tempo provocou naufrágio de barco líbio com migrantes

TRÍPOLI (Reuters) - O mau tempo e o pânico dos passageiros causaram o naufrágio fatal de um barco de traficantes na costa líbia esta semana, informou a Organização Internacional para a Migração (OIM) na quarta-feira. Sobreviventes contaram a funcionários da OIM que o traficante, de nacionalidade egípcia, estava entre os que se afogaram quando o barco tombou três horas depois de sair de Janzour, 15 quilômetros a oeste de Trípoli, na segunda-feira.

Reuters |

"Os migrantes disseram ter sobrevivido porque permaneceram na parte de trás do barco, a única parte que permaneceu à tona", disse a OIM em um comunicado, segundo o qual havia 257 pessoas a bordo do barco, das quais 70 eram mulheres e duas eram crianças.

Cerca de 20 migrantes sobreviveram ao acidente, incluindo uma mulher, informou o comunicado. Muitos sobreviventes apresentaram problemas renais depois de engolir água do mar, mas fora isso aparentavam estar em boas condições de saúde.

Um pouco mais cedo na quarta-feira, autoridades líbias disseram ter recuperado 100 corpos das vítimas que tentavam chegar à Europa.

"Setenta e sete corpos de migrantes chegaram à praia no oeste de Trípoli na noite de terça-feira e outros 23 corpos foram encontrados entre a noite de domingo e terça-feira", disse um funcionário à Reuters.

As estimativas sobre o número total de pessoas a bordo do barco variam. Autoridades líbias acreditam que havia 365 pessoas no barco que deveria levar apenas 75.

Os migrantes eram somalis, nigerianos, eritreus, curdos, argelinos, marroquinos, palestinos e tunisianos, de acordo com as autoridades.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG