Mau tempo pode prejudicar buscas por Steve Fossett

As buscas pelo aventureiro milionário americano Steve Fossett no leste da Califórnia poderão ser prejudicadas pelo mau tempo. A Comissão Americana de Segurança no Transporte informou que equipes de busca avistaram os destroços do avião monomotor que pertencia a Fossett na região perto da cidade de Mammoth Lakes.

BBC Brasil |

Segundo autoridades locais, as buscas por enquanto continuam, mas a neve poderá prejudicar os esforços das equipes.

"Na noite de sexta-feira e no sábado, teremos entre 15 e 30 centímetros de neve com ventos fortes, nossa primeira tempestade desta temporada, então teremos que esperar para ver como isso afeta a busca", afirmou Stuart Brown, que trabalho junto às autoridades da cidade de Mammoth Lakes.

A busca começou depois que um viajante, Preston Morrow, encontrou, na segunda-feira, itens pertencentes a Fossett, incluindo seu brevê de aviação, dinheiro e uma camiseta.


Continuam as buscas por Steve Fossett / AP

O milionário, de 63 anos, desapareceu há um ano, depois que o avião em que viajava sozinho decolou do Estado vizinho de Nevada. Fossett foi declarado morto oficialmente em fevereiro.

Intensas buscas realizadas anteriormente não conseguiram localizar nenhum vestígio de Fossett ou de sua aeronave.

Pertences

Morrow, que trabalha em uma loja de artigos esportivos, disse que entregou os pertences de Fossett para a polícia depois de ter tentado contactar a família do milionário sem sucesso.

Os documentos e dinheiro foram encontrados perto da área isolada de Mammoth Lakes, a várias centenas de quilômetros da área onde o avião do aventureiro teria desaparecido.

O número gravado em uma peça do avião entre os destroços confirmou que a aeronava era o Bellanca Super Decathlon que Fossett pilotava em setembro de 2007.

A região de Mammoth Lakes fica a uma altitude de cerca de 2,4 mil metros e ao leste de Sierra Nevada, a uma distância de 160 quilômetros de onde Fossett partiu.

O avião de Fossett decolou do rancho do magnata da hotelaria Barron Hilton, em Yerington, no dia 3 de setembro de 2007, para um vôo previsto para durar três horas.

Recordes

Famoso nos Estados Unidos, Fossett ganhou destaque no Brasil em agosto de 2001, quando aterrissou com seu balão na cidade gaúcha de Bagé.

Fossett tentava dar a volta ao mundo a bordo de seu balão, mas desistiu devido a temores de fortes tempestades. No ano seguinte, ele conseguiu realizar a façanha.

Ele fez fortuna no setor de serviços financeiros, mas é mais conhecido pelos recordes mundiais que quebrou como piloto, balonista e navegador.

O aventureiro bateu 116 recordes em cinco esportes diferentes e detinha mais de 60 recordes.

Em 2006, ele bateu o recorde de tempo de vôo.

Em março de 2005, tornou-se a primeira pessoa a viajar sozinha a bordo de um avião ao redor do mundo sem abastecer.

Leia mais sobre Steve Fossett

    Leia tudo sobre: steve fossett

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG