ações por uso de seu slogan em campanha política no Chile - Mundo - iG" /

MasterCard avalia ações por uso de seu slogan em campanha política no Chile

Santiago do Chile, 4 jan (EFE).- A gigante do ramo de cartões de crédito MasterCard anunciou hoje que avalia potenciais ações a seguir por conta do uso de seu slogan Não tem preço na campanha televisiva do candidato governista à Presidência chilena, Eduardo Frei.

EFE |

"As marcas e campanhas 'Priceless' e 'Não tem preço' estão registradas pela MasterCard Worldwide ao redor do mundo, e o conceito criativo, imagem e slogans desta campanha não estão autorizados para serem utilizados por terceiros", indicou a empresa em comunicado.

Nesta segunda-feira começou a ser transmitida pela televisão a propaganda dos dois candidatos à Presidência chilena, Eduardo Frei e o direitista Sebastián Piñera, que se enfrentam no segundo turno no dia 17 de janeiro.

O programa de Frei começou com uma paródia de uma mensagem comercial: "Terno de seda italiana, US$ 10 mil. Sapatos de exclusivo desenho em couro, US$ 3,5 mil. Correntes de ouro de 24 quilates, US$ 7.200. A faixa presidencial... Não tem preço".

E seguiu: "Há coisas que o dinheiro não pode comprar, para todas as outras, use TatanCard", em clara alusão ao negócio dos cartões de crédito que Piñera implantou no Chile nos anos 1980, unido ao apelido de "Tatán" que o candidato direitista recebe entre seus familiares e amigos mais próximos. EFE frf/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG