Martinica: polícia ataca sede de grevistas

A polícia atacou nesta sexta-feira, em Fort-de-France, a sede da central sindical que lidera a greve que paralisa o território francês da Martinica, constatou a AFP no local.

AFP |

Os incidentes começaram durante um protesto de agricultores contra a greve geral que paralisa a ilha a mais de um mês, quando os policiais dispararam bombas de gás lacrimogêneo.

Em seguida, os confrontos se deslocaram para o centro da cidade, onde os policiais lançaram bombas de gás lacrimogêneo contra a Casa dos Sindicatos, após serem atacados com garrafas e pedras.

O prefeito da capital, Serge Letchimy, que estava na zona para tentar acalmar os ânimos, sofreu um mal-estar e foi socorrido por bombeiros.

Durante o confronto, várias pessoas se refugiaram na Casa dos Sindicatos para se proteger das bombas de gás.

sla/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG