O grupo americano Mars, gigante mundial dos chocolates, e o grupo de informática IBM anunciaram nesta quinta-feira a colocação em andamento de um programa de pesquisa junto ao Departamento de Agricultura americana para decodificar a seqüência do genoma do cacau.

As três partes acreditam que o processo levará uns cinco anos, segundo um comunicado publicado nesta quinta. A Mars indicou que os resultados do estudo estarão disponíveis de forma gratuita uma vez que se decodifique a seqüência.

"Se conseguirmos a seqüência, esperamos que os cientistas e produtores possam identificar melhor as características genéticas que permitirão obter melhor rendimento e resistir às doenças e à seca", indicou o comunicado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.