Marrocos fechará embaixada na Venezuela por conflito sobre Saara

Rabat, 15 jan (EFE).- O Marrocos fechará iminentemente sua embaixada na Venezuela e a transferirá para a República Dominicana devido à posição venezuelana sobre a integridade territorial marroquina, em referência ao conflito do Saara Ocidental.

EFE |

"Esta decisão foi tomada devido à crescente hostilidade das autoridades venezuelanas em relação à questão da integridade territorial do Reino do Marrocos", informou o Ministério de Assuntos Exteriores marroquino em comunicado divulgado pela agência oficial "MAP".

O Marrocos também alega que a decisão toma como base as "recentes medidas de apoio à pseudo-RASD (República Árabe Saaráui Democrática) adotadas pelo Governo" da Venezuela, mas não as cita.

A decisão se tornará efetiva "de forma iminente", afirmou à Agência Efe um porta-voz do Ministério de Exteriores, que destacou que os representantes diplomáticos do país em Caracas já foram avisados da medida.

Por sua vez, o encarregado de negócios da embaixada venezuelana em Rabat, José Clavijo, disse à Efe que sua delegação desconhece até o momento a medida e que ninguém do Governo marroquino entrou em contato para comunicar sobre a decisão.

A Venezuela é um dos cerca de 80 países que reconhecem a RASD, em sua maioria africanos e latino-americanos, além da União Africana (UA). EFE er/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG