Marrocos diz que resolução da ONU apoia sua visão sobre Saara Ocidental

Rabat, 14 mai (EFE).- O Marrocos considera que a última resolução do Conselho de Segurança (CS) da ONU sobre o Saara Ocidental apoia sua iniciativa de autonomia para esse território, segundo afirmou hoje o chanceler marroquino, Taib Fasi Fihri.

EFE |

Em comparecimento perante a comissão parlamentar de Assuntos Exteriores, Fasi Fihri destacou que a resolução 1871, aprovada em 30 de abril, "rejeita os argumentos das outras partes", em alusão à Argélia e à independentista Frente Polisário, e qualifica os esforços de Rabat de "sérios e críveis".

Para o chefe da diplomacia marroquina, o último texto, que pede ao Marrocos e à Frente Polisário que prossigam as negociações, renova o apoio à resolução 1813, assinada em abril de 2008.

Na resolução 1813 se pedia às partes uma "visão realista" no processo negociador e se ratificava o direito dos saaráuis à autodeterminação.

Deste modo, para o ministro, o Conselho de Segurança reforça a posição central da resolução 1813 como meio de chegar a uma regra política e definitiva do conflito. EFE alr/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG