Marrocos detém 24 supostos terroristas que recrutavam suicidas para o Iraque

Rabat, 23 set (EFE).- As forças de segurança marroquinas detiveram 24 supostos membros de uma rede terrorista que se dedicava a recrutar voluntários para atentados suicidas no Iraque e para as fileiras da organização Al Qaeda na Somália e Afeganistão.

EFE |

Segundo um comunicado do Ministério do Interior marroquino divulgado hoje pela agência oficial MAP, a rede trabalhava em coordenação com terroristas na Suécia, Bélgica e Síria.

Além disso, diz o texto, também recrutou e enviou pelo menos 20 candidatos a operações suicidas no Iraque, e contatou outros dez marroquinos com o mesmo objetivo.

Os detidos também planejavam cometer atos terroristas no Marrocos, e para isso contavam com a chegada de especialistas em explosivos da Al Qaeda que dariam treinamento para o manejo desse tipo de material, acrescenta o comunicado.

A Procuradoria marroquina interroga neste momento os supostos terroristas, que foram detidos em diferentes cidades do país. A nota oficial não especifica os locais nem as datas das detenções. EFE er/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG