Marmota Phil prevê mais seis semanas de inverno nos EUA

A marmota Phil de Punxsutawney, um povoado da Filadélfia, viu sua própria sombra ao sair de sua toca nesta terça-feira e prognosticou que os Estados Unidos terão ainda mais seis semanas de inverno.

AFP |

O famoso roedor foi observado por membros do Clube da Marmota de Punxsutawney vestidos de fraque e cartola como todos os anos fazem em 2 de fevereiro.


Milhares de pessoas participam do Dia da Marmota em Punxsutawney, nos EUA / AP

A tradição de observar o comportamento do animal para prognosticar o tempo remonta aos imigrantes alemães e aos fazendeiros que usavam esse método para tomar decisões sobre o cultivo dos campos.

Se a marmota, ao sair de sua toca, vê sua própria sombra porque o dia está ensolarado, deduz que o inverno vai continuar e volta a hibernar por mais seis semanas.

Segundo a tradição, que incomoda muito os meteorologistas, se o dia estiver nublado e o bichinho não vir sua sombra, sai da toca e dá por concluído seu sono invernal porque acha que a primavera está chegando.

O acontecimento se converteu num fenômeno da mídia nos Estados Unidos e milhares de pessoas vão todos os anos a Punxsutawney para assistir ao evento, que também se realiza em outras localidades do país e no Canadá.

Segundo os organizadores, desde que são registrados os resultados do ritual, Phil viu sua sombra 99 vezes e não a viu em apenas 15 oportunidades.

O acontecimento também virou tema do filme "O Feitiço do Tempo", de 1993, estrelado por Bill Murray.

Nele, Murray vive um jornalista que vai cobrir a festa e acaba passando por experiência muito pessoal, em que acorda vivendo exatamente o mesmo dia sucessivamente, o que o faz ter possibilidade de consertar problemas, principalmente pessoais.

Leia mais sobre Dia da Marmota

    Leia tudo sobre: dia da marmota

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG