Marinha descarta tsunami em Valparaíso devido ao tremor no Chile

Santiago do Chile, 27 fev. (EFE).

EFE |

- A Marinha e o escritório nacional de emergência da região de Valparaíso descartaram risco de tsunami após o terremoto registrado hoje no Chile.

Por enquanto, as autoridades constataram apenas variação de maré no Pacífico.

Neste sábado, o Centro de Avisos do Pacífico dos Estados Unidos ampliou o alerta de tsunami para grau de vigilância à Colômbia, Panamá, Costa Rica e a Antártida, além do Equador.

Segundo o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), o epicentro do terremoto de 8,8 graus na escala Richter ocorreu no mar, a 59,4 quilômetros de profundidade e em frente ao litoral da região de Maule, no centro do país.

Informações oficiais repassadas por emissoras de rádio chilenas elevaram para dez o número de mortos em consequência do terremoto.

Conforme "Rádio Cooperativa", na região do Maule, quatro pessoas morreram na cidade de Linares e dois em San Javier.

Na região de Araucania teria sido registrada outra vítima, enquanto na cidade de Valparaíso uma pessoa morreu pela queda de um muro.

Autoridades de saúde do centro assistencial de Nunoa, na região metropolitana, confirmaram a morte de duas pessoas. Uma mulher de 40 anos atingida por uma parede e outra de 60 anos, vítima de um ataque cardíaco. EFE mf/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG