Marinha confia em encontrar restos do Airbus ainda hoje

Brasília, 6 jun (EFE).- Apesar do mau tempo que impera na região do Oceano Atlântico onde se presume que esteja o avião da Air France desaparecido há seis dias, a Marinha do Brasil confia em poder achar hoje mesmo algum destroço da aeronave, disseram fontes oficiais.

EFE |

"Temos certeza que poderemos ter alguns resultados hoje", comentou em Recife o major Jorge Amaral, vice-chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica.

A capital pernambucana é sede de um dos dois postos de comando das operações de busca, que entram hoje em seu sexto dia ainda sem resultados.

As buscas se concentram em torno de um raio de 220 quilômetros traçado desde o ponto onde se presume que o Airbus A330-200 da Air France pode ter caído.

O impacto teria ocorrido próximo às ilhas de São Pedro e São Paulo (PE), distante cerca de 704 quilômetros do arquipélago de Fernando de Noronha (PE) e a 1.296 quilômetros do Recife.

Desde ontem, as operações vem sendo realizadas em meio a fortes temporais que, segundo a Marinha, continuam hoje e dificultam as tarefas por causa da baixa visibilidade.

Durante os últimos dias, houve informações contraditórias sobre possíveis restos do avião, depois de diferentes objetos terem sido avistados flutuando em alto-mar.

Mesmo com a confirmação prévia de que se tratava de restos da aeronave da Air France, tudo foi desmentido, fazendo com que o mistério sobre o destino do avião e as causas do acidente seja cada vez maior.

A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que participam das operações de busca hoje nove de suas aeronaves, além de um Falcon 50 e um Atlantic Rescue D franceses, assim como um avião de patrulha marítima P-3C Orion dos Estados Unidos.

Além disso, continuam nas operações dez navios militares brasileiros e franceses, além de outras embarcações mercantes de diversas bandeiras. EFE ed/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG