Marinha chilena resgata passageiros de cruzeiro encalhado na Antártica

Navios da Marinha chilena concluíram nesta sexta-feira o resgate dos quase 90 passageiros do cruzeiro turístico Ciudad de Ushuaia encalhado desde quinta-feira na Antártica, confirmou o comandante Alan Nettle, chefe de operações da Terceira Zona Naval.

Redação com agências internacionais |

Enquanto os passageiros foram transferidos, a tripulação ficou a bordo para avaliar as condições para que a embarcação continue navegando.

Na quinta-feira, a Marinha argentina havia confirmado que o navio de bandeira panamenha apresentava vazamento de combustível e que uma mínima quantidade de água estava entrando a bordo.


Foto fornecida pela Marinha do Chile mostra o navio Ushuaia / Reuters

Na ocasião, a Marinha afirmou a um canal de TV argentino que nenhum dos passageiros estava ferido e que não havia risco de que a embarcação afundasse.

O navio encalhou na baía de Wilhelmina, uma península na porção do continente antártico mais próxima da América do Sul.

Turismo

O número de turistas que visitam a Antártida cresceu cinco vezes nos últimos 15 anos.  Durante os anos de 2006 e 2007, mais de 37 mil pessoas visitaram a região, de acordo com dados da Associação Internacional de Operadores de Turismo na Antártida.

A maioria destes visitantes chega ao continente pelo mar.
A associação também expressou preocupação de que grande parte dessas embarcações não esteja preparada para navegar por mares congelados.

Isto aumento o risco de acidentes sérios e de vazamentos de óleo, caso as embarcações sejam danificadas pelo gelo.

Há um ano, 150 pessoas tiveram que ser resgatadas em botes salva-vidas depois que o navio M/S Explorer se chocou contra um iceberg próximo às ilhas Shetland do Sul, no Oceano Atlântico, e naufragou.

Leia mais sobre Antártica


    Leia tudo sobre: antarticanavio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG