Marinha argentina resgata velejador ferido no Atlântico Sul

O velejador solitário canadense Glenn Wakefield, que desde quinta-feira se encontrava ferido em seu barco depois de ter enfrentado uma forte tempestade, foi resgatado no Atlântico Sul, informou a Marinha argentina nesta segunda-feira em um comunicado.

AFP |

Wakefield, de 57 anos, foi resgatado a cerca de 1.000 km da costa do extremo austral patagônico por marinheiros do navio hidrográfico "Puerto Deseado", que se aproximaram do veleiro "Kim Chow" em um bote de borracha e conseguiram trazer o canadense a bordo.

Um médico examinou Wakefield no navio da Marinha, fazendo alguns curativos em cortes superficiais e determinando que o estado de saúde do navegante é bom, segundo o comunicado.

O canadense pediu ajuda na quinta-feira, dizendo que havia sofrido lesões na cabeça e no punho esquerdo por causa de uma forte tempestade a 550 milhas da cidade de Puerto Deseado (2.099 km da capital argentina), na província argentina de Santa Cruz, no extremo sul continental.

Wakefield saiu do Canadá a bordo do "Kim Chow" para dar a volta ao mundo de leste a oeste.

jos/ap/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG