Washington, 29 abr (EFE).- O Ministério da Defesa dos Estados Unidos ordenou que um destacamento de 38 marines fosse isolado e colocado sob vigilância médica, diante da possibilidade de que um deles, que adoeceu, esteja com gripe suína.

O chefe do Corpo de Infantaria da Marinha, general James Conway, disse, em entrevista coletiva, que o marine doente - da base de Twentynine Palms, na Califórnia - tem os sintomas da gripe, por isso estão sendo feitos exames para determinar se é gripe suína.

O general disse que tanto o marine quanto seu colega de quarto foram colocados em quarentena, mas este não apresenta nenhum sintoma, e se está à espera dos resultados de um segundo teste.

Outros 37 militares que estiveram em contato com o marine durante o fim de semana foram isolados, postos sob vigilância, e ficaram isentos de participar das formações até que fique claro se o marine está com gripe suína ou não.

Os pacientes infectados pelo vírus A/H1N1 apresentam sintomas como aumento repentino da temperatura corporal, tosse, coriza, intensas dores musculares e nas articulações, irritação nos olhos e dor de cabeça. EFE elv/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.