Tamanho do texto

Um marine americano será levado à corte marcial para responder pelo assassinato de um prisioneiro iraquiano em 2004 na cidade rebelde sunita de Fallujah, anunciou uma nota do exército dos Estados Unidos divulgada na Califórnia (oeste).

O sargento Jermaine Nelson, um dos três envolvidos no caso, será julgado na base de Camp Pendleton, a 200 km ao sul de Los Angeles.

Nelson é acusado de "assassinato sem premeditação" e de ter "faltado a seu dever" de soldado, precisou um comunicado.

O caso faz parte de uma série de denúncias e investigações por violações e abuso de poder dos militares americanos contra a população civil iraquiana, que manchou a reputação internacional do exército dos Estados Unidos. O fato aconteceu após a invasão do Iraque em março de 2003 para derrubar o regime de Saddam Hussein, acusado, então, de esconder armas de destruição em massa.

pb/ml/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.