Um marine americano acusado de ter estuprado uma adolescente japonesa em Okinawa, em um caso que provoca revolta da população nipônica, será levado à corte marcial.

O sargento Tyrone L. Hadnott, 38 anos, é acusado de cinco transgressões do código militar, em particular "estupro de menor de 16 anos e contato sexual imposto a uma menor de 16 anos", anunciou o Exército.

O marine foi preso em fevereiro pela polícia japonesa, que em seguida o liberou, para espanto da população, porque a família da suposta vítima, uma jovem 14 anos, retirou a denúncia para que a menor não tivesse que suportar a pressão de um processo.

O militar foi entregue ao Exército americano e desde então permanece detido.

kdf/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.