Marido de ex-premiê da Ucrânia garante asilo na República Checa

País aceitou pedido de Oleksander Tymoshenko, casado com Yulia Tymoshenko, condenada à prisão por abuso de poder

iG São Paulo |

O marido da ex-primeira-ministra ucraniana Yulia Tymoshenko garantiu asilo na República Checa, informou a BBC nesta sexta-feira.

A notícia foi anunciada horas depois da mídia informar que Oleksander Tymoshenko feito o pedido no final de 2011. O ministro do Interior checo confirmou que a requisição foi aceita nesta sexta.

A ex-premiê, atual líder da oposição no país, foi condenada a 7 anos de prisão por abuso de poder, em outubro - sentença que os Estados Unidos e a União Europeia denunciaram como fruto de motivações políticas.

A República Checa tem uma política de apoiar a oposição em países que têm históricos duvidosos em relação aos direitos humanos, um legado do ex-presidente Vaclav Havel.

Na semana passada, Yulia foi transferida da prisão preventiva onde estava para a penitenciária onde deverá completar sua pena.

Uma equipe médica examinou a ex-chefe de governo para atestar se ela poderia ser transferida de Kiev para a penitenciária da região de Kharkov, na parte oriental do país na fronteira com a Rússia.

Embora as autoridades não tenham confirmado para qual presídio ela foi transferida, a rede de televisão local Canal 5 garantiu que a política da oposição costuma ser levar seus desafetos para a Penitenciária de Nº 54 na cidade de Kharkov.

Em dezembro, a Justiça da Ucrânia anunciou uma nova ordem de prisão contra a ex-premiê, ligada à suposta sonegação de impostos e ao desvio de fundos públicos entre 1996 e 2000, quando comandou a companhia de gás intermediária Unified Energy Systems.

No ano passado, a República Checa deu asilo a Bohdan Danylyshyn, ex-ministro da Economia do gabinete de Tymoshenko.

Com Reuters

    Leia tudo sobre: ucrâniayuliarepública checaasilo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG